Skip to content
March 13, 2012 / alancads

Porque o Linux? E porque o Ubuntu?

Já vos deve ter passado pela cabeça mudar do Sistema Operativo certo? Hoje vou apresentar-vos o Ubuntu e porque o devem escolher, tanto em relação ao tradicional Windows como em relação a outras distribuições Linux que estão no mercado. Irei fazer também algumas comparações e mostrar os meus pontos de vista. Vamos começar pelas definições como sempre.

O que é o Linux?

Linux é um sistema operativo tal como o Windows XP, o Windows 7, o Mac OS X Lion  entre outros.

“Apesar das suas diferenças, todos os sistemas são semelhantes importantes. Todos eles tornam possível o software comunicar com o hardware para escrever no disco rígido, para ler do CD ou para pôr música através das colunas. É para realizar estas tarefas que existe o sistema operativo.”

Existem muitas distribuições Linux que já usei como por exemplo, Backtrack 5, Mint, Arch, etc porque escolher o Ubuntu?

Em relação ao Windows.

Ubuntu vs WindowsUbuntu vs Windows

Em primeiro irei comparar o Ubuntu 11.04 com o Windows 7 para que possam se aperceber das diferenças. Amado por muitos, odiados por poucos, mas respeitado por todos, ele é o famoso Windows, o Sistema Operativo mais usado actualmente.

Pontos Ubuntu 11.04 Windows 7
Controlo Como todos sabemos o Ubuntu está sobe a licença GPL a qual dá acesso ao código fonte e permite modificações e customizações sem limites. É um Sistema Operativo proprietário por isso podemos esquecer customizações ou acesso ao código fonte!
Custo É totalmente grátis e livre de distribuir! Não é grátis e nem pensem em distribui a menos que queiram ir presos. (Preço actual do Windows 7 Ultimate na Vobis € 339,00)
Diversão Ao contrário do que muitos possam pensar ou dizer o Ubuntu é muito divertido, talvez pelo facto de haver sempre algo novo e interessantes coisas para fazer. Vai ficar aborrecido porque será sempre a mesma coisa, há falta de coisas novas.
Aprendizagem O Ubuntu ou outras distribuições baseadas em Linux são excelentes do ponto de vista de aprendizagem, especialmente para quem gostaria ou está interessado em aprender mais sobre Sistemas Operativos e como eles funcionam, devido ao seu código aberto e livre para modificações. Esqueça, como referi acima o Windows é sempre a mesma coisa, basta aprender um pouco e já se sabe muito.
Segurança/Vírus Para tudo! No Ubuntu ou em outras distribuições Linux você não tem de se preocupar com os vírus. Sé é utilizador de Windows talvez esta seja a sua maior preocupação até quando está simplesmente a navegar na Internet. Os vírus são uma das maiores preocupações dos utilizadores do Windows, são eles que causam sempre todos os problemas. Costuma-se dizer que Windows e segurança nunca aparecem nunca aparecem juntos na mesma frase.
Diversidade Como já referi, existem sempre novas coisas para experimentar, por exemplo, se não gostar do ambiente Gnome pode experimentar o KDE ou outros, isto porque o Ubuntu é um sistema modular em que você instala o que gosta ou prefere. É capaz de oferecer gráficos 3D num PC recente como também é capaz de funcionar perfeitamente num PC mais antigo. Não tem quase nada novo, apenas escolhemos algo e usamos.
Softwares Existem muitos softwares grátis e open source disponíveis no Centro de Software ou no gerenciador de pacotes. Precisamos apenas de escolher e instalar/remover. Desde softwares para desenvolvimento até aos mais básicos, passando pelos habituais, browsers, suites de escritório, Skype, aMSN, e claro passando também pelos jogos, entre muitos outros. Tem software muito bons, como o Office, Windows Live Mensenger, entre outros, mas mentalize-se que a comunidade do Ubuntu tem programas equivalentes para cada um destes, por exemplo para o Photoshop o Gimp, para o MS Office o Open Office. Para não falar que a consola do Windows é de longe muito pior que a do Ubuntu ou qualquer outro sistema Linux!
Facilidade de uso. Os sistemas operativos baseados em Linux têm uma má reputação se considerarmos este ponto contudo o Ubuntu é o mais fácil e simples de usar dentro dos sistemas operativos baseados em Linux. O Windows 7 é também fácil de usar quando comparado com o Ubuntu, acho que aqui ficam empatados.
Estabilidade Este foi um dos pontos que me fez mudar completamente de atitude em relação ao Windows 7, é certo que ele é um pouco mais estável em relação ás suas actualizações, mas em relação ás falhas sem aviso é muitíssimo mais estável! Quem me conhece pessoalmente sabe que quando uso Windows tenho pelo menos um BSOD (Blue Screen of Dead) por semana enquanto que desde que mudei para o Ubuntu nem uma falha desse tipo me ocorreu. Como referi aqui do lado esquerdo o Windows 7 é mais estável em relação ás suas actualizações mas não em relação a outros itens.
Compatibilidade dos Drivers Ainda existem algumas incompatibilidades com os sistemas baseados em Linux, isto não se devendo aos sistemas mas sim ás empresas que desenvolvem as suas drivers para Windows e muitas vezes para Mac mas não para sistemas baseados em Linux, mas nada que não seja resolvido pela comunidade. Neste momento as chances de incompatibilidade com o Windows 7 são quase nulas, isto devido a todos os fabricantes produzirem as suas drivers sempre para o Windows e apenas alguns para outras plataformas.
Tempo a iniciar Muito mais rápido. Lento. Quantos mais programas, serviços e etc mais lento fica! Vai-se degradando com o tempo.

Em relação ás outras distribuições linux.

Agora irei defender o Ubuntu que é uma das melhores distribuições Linux na minha perspectiva, claro que cada uma é desenhada/projectada para um tipo de utilizadores. Por exemplo o Mint é mais para quem gosta de um PC bonito com uns efeitos todos “na moda”, enquanto que o BackTrack é destinado a consultores de segurança, pentesters e administradores de redes entre outros. Sendo também o primeiro o mais fácil e prático de usar.

Pontos Ubuntu (11.04) Outras distribuições GNU/LINUX
Facilidade de uso. Este é talvez o ponto mais forte do Ubuntu, o facto de ser um Sistema Operativo baseado em Linux para iniciantes, é o que mais interface gráfica dispõem aos utilizadores sendo que também dispõem do acesso ao terminal como todas as distribuições baseadas em Linux. Muitas possuem pouca interface gráfica, sendo pouco “user frendly” e pouco atractivas. Algumas delas dispõem apenas do terminal sendo impensáveis para utilizadores iniciantes.
Estabilidade Possui uma estabilidade média visto que o lançamento de versões oficiais completas é feito de 6 em 6 meses sendo que a versão do Ubuntu é sempre composta pelo ano “.” o mês de lançamento. Assim como os outros está sempre a ser desenvolvido pela comunidade à volta do mundo. Possui também suporte técnico nos primeiros dezoito messes (um ano e 6 meses) após o lançamento de cada versão. Em comparação com outras distribuições pode-se dizer que se mantém muito estável, e com um excelente suporte técnico muitas vezes dado pela comunidade.
 Aspecto e Interface  Neste item o Ubuntu 11.04 não se fica nada mal, ao contrário das versões anteriores desta vez decidiram apostar um bom bocado no visual introduzindo o Unity, um menu maior (agora ocupa uma boa área do ecrã), assim como introduziram o Banshee como novo leitor de musica por padrão. Sendo que também dispõem o Ubuntu clássico para quem não gostar.  Uma boa parte das distribuições linux tem pouca qualidade gráfica se bem que apostam cada vez mais na inovação da mesma. O Mint é um dos sistemas operativos baseados em Linux que mais aposta nessa mesma área, sendo considerado por muitos o mais belo, e por outros o “mais cool” devido aos seus efeitos gráficos.
 Custos  O Ubuntu é grátis mas existem muitas empresas e instituições que financiam o envio de CDs com o Ubuntu de graça até mesmo mundialmente, outras apenas localmente.  Assim como o Ubuntu todos os sistemas operativos baseados em Linux têm os seus ideais construídos sobre a filosofia open source e grátis, isto não quer dizer que não possam cobrar por suporte ou outros serviços.
 Softwares  Sendo os sistemas baseados em Linux normalmente construídos por pacotes, na minha opinião o Ubuntu até à data corrente é o que tem feito uma melhor aposta como por exemplo a sua ultima aposta no Unity.  As únicas duas distribuições que destaco são o Mint pela aposta em softwares mais bonitos possíveis e o Backtrack pela aposta em boas ferramentas, muito úteis para quem está dentro do assunto.
 Aprendizagem  O Ubuntu é a distribuição linux mais aconselhada para quem está a começar neste mundo novo, mas não muito diferente do que já se conhece. Ele oferece desde novos conteúdos avançados até aos mais básicos.  Uma grande parte dos sistemas operativos baseados em Linux não possuem sequer interface gráfica o que os torna pouco amigáveis para o utilizador comum.
 Facilidade de instalação e configuração  Este é outro ponto no qual o Ubuntu subiu muito devido a ter apostado desde o inicio numa interface bastante gráfica até mesmo na sua instalação. Para os amantes do Windows fiquem a saber que o Ubuntu permite dual boot o que significa que podem continuar a usar o Windows mas ao mesmo tempo ter a opção de usar esta poderosa ferramenta chamada Ubuntu. A sua configuração é também muito prática.  Algumas das distribuições ainda se baseiam muito num interface pouco gráfico e muito difíceis de instalar e configurar sendo que é preciso algum conhecimento avançado.

Font: blog.rodrigograca.com

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: